sábado, 13 de novembro de 2010

Women's Guide to High Heels

Não há nada que grite mais “must-have” que um par de sapatos de salto alto! Esta é aquela peça que transforma e acrescenta qualquer coisa de je-ne-sais-quoi a um look.

Andar de saltos não é pêra-doce, mesmo para nós portuguesas, que já temos uma pós-graduação em andar de saltos nas maravilhosas calçadas portuguesas ou nos maravilhosos parelipipedos pretos que preenchem algumas das estraditas da cidade de Lisboa, torna-se uma autêntica aventura!


No outro dia a minha amiga Sofia decidiu tirar do armário os seus maravilhosos MiuMiu para ir fazer um Personal Shopping.
Sentiu-se nas alturas, com o ego nos píncaros nos seus altivos 15cm de salto! Enquanto caminhava pela rua de forma segura e confiante cruza-se com um grupo de 3 espécimens do sexo oposto que lhe dirigiram olhares de apreciação pelo seu look deslumbrante e altaneiro. É claro, que o ego nos diz para capricharmos o andar, erguer o queixo e sorrir – I’m the Queen of the World!
Então, tal qual um filme em câmara-lenta, o chão parece encolher-se, esticar-se e ondular (porque esta é a única justificação para que de repente se perca o equilíbrio) e ficamos naquela posição de aviãozinho de braços abertos a tentar planar ou em zigueagues a parecer que estamos om uma taxa de alcolémia de 2.5, tudo isto só para não cairmos estateladas no meio do chão.



Isto lembrou-me de que andar de saltos pode parecer um desafio para muitas mulheres e que apesar de muitas de nós adorarmos saltos altos, a verdade é que outras tantas não os usam com frequência. A verdade é que o salto alto pode intimidar algumas pessoas, na realidade a sensação de poder e confiança é única.
De qualquer forma, quando surge a ocasião usar-o-salto alto” não devemos deixar que os ténis e os primos rasos nos vençam!

Existem muitas formas de usarmos saltos com confiança:
1. Pratique, ficando parada, usando simplesmente saltos altos. Em frente ao espelho vá-se virando com saltos e observando a postura. Só o facto de estar parada com saltos ajuda a vencer o peconceito do temível salto alto.
2. Dê pequenos passos com saltos altos, se possível inicie-se num solo firme, plano e duro, uma vez que as carpetes pode retirar o equilíbrio.
3. Mantenha as pernas direitas e juntas à medida que caminha com saltos. Relaxe a perna e não ande com ela esticada tipo Barbie, o truque está em dobrar o joelho à medida que se anda.
4. Comece lentamente e esteja consciente dos passos que vai dar. Com o tempo aumenta confiança e a velocidade do andar.
5. Ande para trás e para a frente em diferentes direcções e parando repentinamente. À medida que se fôr sentindo confortável com esta etapa pode experimentar outro tipo de superfícies.
6. Caminhe do calcanhar para os dedos e não o contrário, ou seja, ao andar assente o pé no chão começando pelo calcanhar e acabando nos dedos dos pés, dá-lhe mais equilíbrio e um andar mais natural.
7. Caminhe como se andasse sobre uma linha recta. Pois é, o andar de modelo de passerelle dá um balançar às suas ancas que lhe dão, uma vez mais, equlíbrio.


O segredo de andar com saltos com confiança está no practicar, practicar e practicar. Pode parecer ridículo mas andar em cima de 10, 13 ou 15 cm de altura transforma o simples acto de andar numa experiência totalmente diferente.



À medida que se fôr sentido mais confiante pode aumentar os cm dos saltos e fazer uma série de movimentos em cima deles – subir escadas, sair à noite em eventos, correr… de qualquer maneira, aqui vai um conselho, ao descer uma escada opte por ir agarrada ao corrimão para não cair a rebolar escada abaixo desamparada aos pés de ninguém (aconteceu-me).


Dicas:

• Se os saltos não são a sua praia, ou se é a primeira vez que os usa comece com poucos cm.
• Considere começar com saltos mais grossos e largos ao invés do amigo stilletto – não desvalorize o factor equilíbrio!
• Diminua os obstáculos – um sapato de biqueira redonda é mais confortável do que um bicudo, deixando mais espaço à concentração do caminhar do que ao conforto.
• Evite sapatos abertos atrás, prefira pumps que lhe dão suporte aos calcanhares.
• Não saia para dançar de saltos se ainda não está (mais do que) habituada.

Se quiser uma lição prática de andar sobre saltos, experimente ver várias lições para modelos no YouTube mas não se esqueçam, no final não façam a voltinha nem a pose, pode parecer exagerado – digo eu…

 À bientôt,

Cristina*

1 comentário:

Rute disse...

adorei o post. Não podia concordar, mais o salto dá muita elegância ao "outfit" e torna o andar de qualquer mulher mais feminino. Para o dia a dia opto sempre por pumps com um salto de 8 cm, mas um pouco mais grosso (resulta melhor na calçada portuguesa);)