quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Lanvin Day - Part I

O dia de ontem começou às 5h30 da manhã. Arrghhh! O que uma mulher faz em prol da moda...
Pois é, ontem foi o grande dia Lanvin for H&M.
Um dia que começou maravilhoso, com frio e chuva para animar os ânimos das madrugadoras (e loucas).
Quando seguiamos no caminho para a H&M eu e a Lena questionávamo-nos se estaria muita gente àquela hora da madrugada à espera das 8h pela abertura da loja.
Se tínhamos algumas dúvidas elas dissiparam-se automaticamente quando chegámos à Rua do Carmo e nos deparámos com uma bela fila de 50 mulheres - pelo menos!!!

Aí começou o período das dúvidas existenciais em saber se conseguiríamos as peças que tínhamos previamente seleccionado, afinal com o mulherio todo à nossa frente será que haviam 50 ou 60 T-shirts das caras e pernas? E casacos de pêlo? E colares statement? Estão a imaginar o quadro?

Enfim, a verdade é que desta vez a coisa estava muito bem organizada. A H&M, a partir das 7h00, começou a distribuir umas pulseiras coloridas com ordem de entrada, segundo a ordem de chegada.
Cada pessoa podia estar durante 20 min. na área Lanvin e escolher UMA peça de cada, ao fim desse tempo entrava o grupo seguinte.
Isto foi óptimo porque evitou o que se tinha passado com coleções de designers anteriores em que algumas meninas abarbatavam os 100 acessórios que estavam no expositor de uma só vez - era para elas, para a mãe, para a amiga, para o gato e para a avó...
Desta vez - desde que estivessemos lá bastante cedo - tínhamos fortes hipóteses de conseguir as peças que desejávamos.
Enquanto esperávamos na fila as meninas da H&M distribuiam cappucinos e muffins de chocolate para alimentar a moral das mulheres - e homens - que aguardavam ansiosamente por cheirar o interior da loja. As que estavam no início da fila - desde as 3h00 com banquinhos - babavam-se em frente à montra a programar o itinerário dentro da zona Lanvin.
É engraçado o que faz um objectivo comum a um grupo de mulheres madrugadoras - de repente na fila estabeleciam-se conversas amigáveis que demonstravam a cumplicidade de estar juntas num momento de perfeita loucura - esperar a abertura de uma colecção.
A Ana tinha chegado 15 minutos mais cedo pelo que ficou à nossa frente umas 15 pessoas, ainda tentámos ver se seria possível ficarmos juntas, mas os olhares de morte que vimos fazerem a outras mulheres com o mesmo pensamento depressa nos trouxe de volta á realidade - a selva urbana - e mantivémo-nos no nosso lugarzito à espera das 8h00, à chuva, ao som da banda sonora do tiritar de dentes da Helena.
A abertura da loja fez-se ao som de palmas e gritos de alegria - deviam ser das que estavam lá desde as 3h00 - e os primeiros 100 tiveram direito a um saco de pano Lanvin com uma esharpe - nós inclusivé.

Às 10h45 estávamos as 3 despachadíssimas com todas as peças pelas quais tínhamos suspirado - casaco de pêlo, colares statement, T-shirts, saia de folho.
Afinal levantar cedo dá os seus frutos!
Num próximo post mostraremos os looks das peças que comprámos! Esperem pela Parte II, vai valer a pena!
Ficam aqui mais uma fotos que demonstram a satisfação na cara de missão cumprida!

Helena, Inês Fontoura, Ana

Helena, Inês, Ana

À bientôt,
Cristina

3 comentários:

xana disse...

Até que enfim um relato da madrugada do ano :P Quero ver tudo!! *

Rute disse...

Adorei o post!
Obrigada pelo relato!
Foram mesmo corajosas para resistir à chuva e ao frio!

Anónimo disse...

É pena ser a única loja dos país onde se pode encontrar essas colecções. Aqui no norte ficamos a suspirar :o(
Fico à espera para ver essas peças maravilhosas!

Beijinhos!
Sónia